300.jpg

Loucos e bons! Homens como aqueles 300 espartanos deve haver poucos. Guerreiros sem medo, com corpos divinais, numa batalha de cenários virtuais. Uma mistura explosiva, capaz de cruzar o clássico grego com as novas tecnologias da sétima arte: um notável aparato visual e uma banda sonora potente. Efeitos e mais efeitos…

Depois de “Sin City”, Zack Snyder volta a surpreender-nos com “300”. Baseado na novela gráfica de Frank Miller, o filme conta a história do rei Leónidas e dos seus 300 espartanos que lutaram até à morte contra o domínio persa, pela liberdade e pela democracia. Ilustres desconhecidos protagonizam os heróis desta epopeia e Rodrigo Santoro, no papel do maléfico imperador Xerxes, está irreconhecível.

“300” rompe com a barreira entre o cinema e a banda desenhada e cria algo de novo.