Haverá acontecimentos que mais mobilizam o português do que Fátima e futebol?